Novos espaços para a agricultura familiar e para a prática do consumo responsável

195
Yone Santos - Jovem agricultora familiar da comunidade de Papagaio em Valente

Embora exista no município de Valente uma diversidade de famílias agricultoras produzindo, os mercados e espaços de comercialização que pautam uma lógica diferente de produção e consumo e que de fato fortaleçam a agricultura familiar são escassos, mas existem. Essa realidade não é tão diferente em outros municípios do Território do Sisal.

Feira livre de Valente
Foto: Alana Dantas

Em Valente-BA, a agricultura local tem espaço na feira livre, mas ainda assim possui pouca visibilidade e destaque. Há ainda neste município o Posto de Vendas da APAEB, que busca sempre oportunizar espaços em suas prateleiras para produtos locais, principalmente aqueles produzidos por famílias agricultoras ou empreendimentos coletivos de origem rural.

Há duas iniciativas em Valente, especificamente direcionadas para uma lógica de mercado que envolve outros valores além da dimensão econômica, que cria oportunidades de novas interações entre produtores e consumidores e novas relações entre territórios, valorizando a produção local e o consumo responsável.

Alguns produtos comercializados na Loja da Rede Ponto Nosso
Foto: Rede Ponto Nosso

O primeiro destes espaços é a loja da Rede Ponto Nosso, onde são comercializados produtos de diversos empreendimentos solidários constituídos por mulheres e homens do campo. Ele está localizado na rua José Linhares, 170, centro de Valente, ao lado da Casa da Cultura, e lá é possível encontrar cocadas, doces, sequilhos, mel, cachaça, utensílios de sisal e barro, sandálias e bolsas de couro, óleos de licuri, produtos derivados do leite de cabra, entre outros. A loja foi inaugurada em 2014 e é resultado de projetos e ações desenvolvidas pela Fundação APAEB em parceria com a UNISOL Brasil, Aliança Empreendedora, SDR e SETRE.

Alguns dos produtos comercializados no Ponto da Agricultura Familiar
Foto: SINTRAF Valente

Outro espaço recentemente inaugurado no município é o Ponto da Agricultura Familiar. O local é uma iniciativa do Sindicato dos/as Trabalhadores/as Rurais e Agricultores/as Familares de Valente e tem como finalidade valorizar a produção dos/as agricultores/as familiares associados/as ao Sindicato, promovendo oportunidades de geração de renda e de consumo de alimentos saudáveis pela população. O espaço fica localizado na Rua Duque de Caxias, 28, centro de Valente, no mesmo prédio onde está localizado o SINTRAF. Aberto de segunda a sábado, o local oferece uma diversidade de produtos, tais como: hortaliças, frutas, beijus, sequilhos, mel, galinha e ovos caipiras, aipim, temperos, entre outros. “Todos os produtos que temos aqui são produzidos localmente por nossos agricultores e são todos naturais, livres de agrotóxicos e vindos diretamente da roça”, destacou Julivaldo Silva, presidente do SINTRAF.

Para o diretor geral da Fundação APAEB, Macerval Araújo, valorizar estes espaços é uma forma importante de fortalecer a agricultura familiar, a economia local e de contribuir com a segurança alimentar e nutricional da população do município. “Quando fortalecemos a agricultura familiar, nós contribuímos para a sustentabilidade ambiental, para criar possibilidades de acesso a alimentos saudáveis e para reduzir a vulnerabilidade socioeconômicas nos espaços rurais”, destacou o diretor.

Neste cenário é importante destacar a relevância do consumo responsável, uma vez que os produtos ou serviços que escolhemos consumir podem ou não contribuir para transformações sociais ou manutenção de dinâmicas sociais estabelecidas. Nossas escolhas podem favorecer modelos de produção e comercialização que afetam a qualidade de vida, a sociedade, a economia e a natureza. Por estes motivos, o consumo responsável é um ato político que contribui para fortalecer alternativas saudáveis, sustentáveis de produção, comercialização e consumo.