Ações para o PAT Sisal são alinhadas para finalização e apresentação do Plano

152

Na última segunda-feira (09/09), ocorreu no Auditório da Fundação APAEB, em Valente, Território do Sisal da Bahia, uma reunião para alinhar as ações e informações relacionadas ao PAT SISAL – Plano de Ação Territorial do PRODETER (Programa de Desenvolvimento Territorial) do Banco do Nordeste para a cultura do Sisal. Estiveram presentes representantes da FATRES, APAEB, MOC, Banco do Nordeste e Fundação APAEB.

Na reunião foram discutidos os princípios e objetivos que devem nortear os trabalhos do PAT SISAL, e que devem ser apresentados ao Território do Sisal na manhã do dia 25 de setembro, em Santaluz-BA.

“Estamos construindo, a partir do PRODETER, de forma participativa, uma nova etapa da cultura do Sisal no território. A grande inovação que o PAT SISAL propõe é a construção sistematizada de um modelo de produção integrado do sisal com a pecuária, o SISALPEC, que possibilite ao agricultor familiar continuar produzindo, mesmo nos períodos de grandes estiagens, a partir do uso combinado dos subprodutos do sisal como alternativa de produção no clima semiárido”, esclareceu o Agente de Desenvolvimento do Banco do Nordeste, Lívio Azevedo.

Para o diretor geral da Fundação APAEB, Macerval Araujo, a iniciativa do BNB é bastante positiva. “Através desta construção coletiva e colaborativa que está sendo realizada, envolvendo os atores locais que atuam e conhecem a realidade do sisal, acreditamos que teremos um Plano de Ação Territorial da Cultura do Sisal consistente, inovador e que irá gerar resultados importantes. Esperamos que os investimentos nas unidades demonstrativas sejam de fato realizados e que possam ser multiplicados para novas famílias”, manifestou Macerval.