Festivais Comunitários de Cultura Popular reavivam a alegria das raízes culturais do Território do Sisal

73

Muitas tradições culturais acabam se perdendo ao longo do tempo, mas a Fundação APAEB, através do Projeto Cultura Ativa no Sisal (CultAS), tem se esforçado para manter vivas algumas manifestações culturais que mostram a identidade e a alegria do povo do Sisal.

Os Festivais Comunitários de Cultura Popular, realizados pela Fundação através do Projeto CultAS vêm dando visibilidade e atraindo a atenção da população, principalmente da juventude, para as práticas culturais do samba de roda e da folia de reis.

“Há 10 anos que estou fora de Valente, mas sempre que tenho oportunidade estou aqui em minha cidade e ver que a cultura vive e muitos jovens participando é muito bom, porque a gente continua resgatando e valorizando a cultura de nossa cidade. Eu fico muito feliz”, manifestou Amélia Oliveira.

Desde o início do Projeto, em 2018, a Fundação APAEB já realizou 9 Festivais Comunitários de Cultura Popular em comunidades de Valente e São Domingos. Em 2021, os Festivais ganharam ainda mais força e visibilidade, sendo uma ação de destaque que vem construindo e resguardando memória afetiva e trazendo alegria pra muita gente.

“Hoje eu tô me sentindo muito feliz aqui em minha comunidade com essa cultura que a gente sempre resgatou. É muito importante e eu acredito que essa cultura nunca vai acabar e a gente nunca vai deixar ela morrer. Quero agradecer a todos vocês que participaram conosco e que voltem sempre pra brincar com a gente”, expôs com entusiasmo dona Lourdes Oliveira, durante o Festival realizado na comunidade de Peixe, em Valente-BA.

Além de toda alegria trazida para quem vai prestigiar o samba e a folia de reis, os Festivais trazem também satisfação e valorização para músicos e sambadores. “É uma diversão pra gente, principalmente pra gente que gosta de sambar. Eu acho que o povo gosta e a gente também gosta de fazer. Fica bonito, né? É coisa das tradições das raízes velhas, então a gente sempre vai levando em frente. Quando mais a gente vai fazendo e o povo gostar, vai rendendo, seguindo”, declarou senhor Manoel, do Grupo de Samba de Roda e Reisado da Ladeira.

“Muitas das ações do CultAS foram pensadas como uma maneira de contribuir com o auto- reconhecimento da identidade cultural do Território do Sisal. Esse reconhecimento e valorização são estratégias importantes para autoestima comunitária e para o desenvolvimento local. Neste sentido, agradecemos e destacamos a importância do governo do estado em apoiar esta iniciativa através da aprovação da proposta apresentada pela Fundação APAEB”, afimou o diretor geral da Fundação APAEB, Macerval Araujo.

Os Festivais Comunitários de Cultura Popular fazem parte da programação de ações do Projeto CultAS, realizado pela Fundação APAEB com apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.