Curso Promove Boas Práticas no Processamento de Alimentos para Famílias em Itiúba

27

No dia 02 de julho, agricultoras da Fazenda Fechado, no município de Itiúba, participaram de um curso sobre boas práticas no processamento de alimentos. O evento foi conduzido pela técnica em agropecuária do projeto Semear/ATER Biomas, Itamara da Silva Rosa, e pela estudante de Engenharia de Alimentos da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Ana Rita Terra.

O principal objetivo foi trabalhar a temática de boas práticas no processamento de alimentos junto ao grupo “Mulheres em Ação” da comunidade e outras famílias cadastradas no projeto ATER Biomas.

O grupo tem como princípio o beneficiamento da fécula de mandioca, a principal fonte de renda das famílias locais. A necessidade de agregar valor a essa fécula surgiu com a intenção de aumentar a renda das famílias. Anteriormente, o grupo já havia tido a experiência de comercialização de beijú para a merenda escolar, através de uma proposta do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Ana Rita Terra teve participação fundamental, trazendo sua experiência e conhecimento de forma clara e simples, uma vez que possui vivência com grupos de produção no município de Itiúba.


Ana Rita durante mediação do curso

Com a proposta deste curso, foi planejada uma formação sobre os princípios de produção e comercialização através de cooperativas, além de abordar a comercialização justa dentro do princípio da economia popular solidária.

“A expectativa é que esse aprendizado contribua significativamente para o desenvolvimento do grupo e das famílias, promovendo a sustentabilidade e o fortalecimento econômico da comunidade.” Destacou Itamara Rosa.

Essa iniciativa faz parte das ações do Projeto Semear/ATER Biomas, executado pela Fundação APAEB com recursos da SDR/BAHIATER. Através desse projeto, a Fundação atende um total de 540 famílias agricultoras, distribuídas nos municípios de Valente, Queimadas, Nordestina e Itiúba, situados no Território do Sisal da Bahia.